Site oficial da prefeitura de Kakegawa

LinksInformaçõesMapa do site
English한국어中文简体字中文繁體字Portugues日本語

Pontos turísticos

Castelo da cidade de Kakegawa

Os 3 castelos existentes na cidade de Kakegawa são pontos estratégicos da região Enshu que serviram de base ofensiva e defensiva, na era das guerras civis.

E mais, Kakegawa é uma cidade que progrediu como cidade-castelo e ponto de hospedagem, sendo rica em história e cultura.

Castelo de Kakegawa

O castelo de Kakegawa foi construído por Imagawa. Em 1590, Kazutoyo Yamauchi, personagem histórico famoso pelo apoio e dedicação (Naijo-no-kou) que teve da esposa, tornou-se dono do castelo e durante os 10 anos seguintes empenhou-se na construção do torreão e no desenvolvimento da cidade em torno do castelo.

Graças a sua beleza, o castelo de Kakegawa era denominado “Famoso Castelo de Tokai”. Em abril de 1994, o torreão do castelo foi o primeiro a ser reconstruído totalmente em madeira, conservando a mesma beleza dos tempos remotos.

Da base do torreão podemos ver a bela paisagem da cidade de Kakegawa, envolta pelo verde das árvores, a mesma paisagem que o dono do castelo, de cada época, deve ter apreciado. A vista panorâmica da cidade certamente deixará o visitante mergulhado nas histórias de guerras civis.

Castelo de Kakegawa

Ruínas do castelo de Takatenjin (Patrimônio histórico nacional)

Rastros de sonhos dos fortes

As escadas de pedras, cobertas por cedro e cipreste dourado frondosos, mantêm-se escuras mesmo durante o dia e assistem silenciosamente ao passar do tempo, guardando os sonhos ambiciosos das guerras civis.

Na época de guerras civis, a conquista do Takatenjin significava conquista de toda região de Enshu. Assim, Tokugawa e Takeda disputaram pela conquista do lugar, e o castelo de Takatenjin foi palco da grandes batalhas, dando-lhe a denominação de “Famoso Castelo Inexpugnável”.

O lugar faz lembrar ainda hoje a história dos personagens dos tempos de outrora como Shinguen Takeda, Katsuyori Takeda e Ieyasu Tokugawa.

Ruínas do castelo de Takatenjin (Patrimônio histórico nacional)

Ruínas do Castelo de Yokosuka (Patrimônio histórico nacional)

Yokosuka é um castelo que foi construído por Yasutaka Osuga, sob ordens de Ieyasu Tokugawa, no final da era de guerras civis, para recuperar o castelo de Takatenjin que tinha caído nas mãos de Takeda.

É um castelo construído no planalto com características dos castelos da Idade Média e Moderna. O castelo de Yokosuka é conhecido como “Castelo de duas cabeças” por possuir dois portões: um no lado leste, e outro no oeste. O lugar foi transformado em parque monumental histórico, recebendo hoje visitantes que vem em busca de sossego.

Ruínas do Castelo de Yokosuka (Patrimônio histórico nacional)

Lugares que contam a história e a cultura da cidade de Kakegawa

Aqui é possível conhecer a história e a cultura tradicional oriundos de Kakegawa, cidade que floresceu como ponto de hospedagem e cidade-castelo.

Casa de chá Ninomaru

O lugar tem recebido grande número de pessoas que vem conhecer a cultura do chá, em meio à tranquilidade, apreciando o jardim japonês e o palácio do castelo de Kakegawa.

Casa de chá Ninomaru

Museu de Belas Artes Ninomaru

O Museu de Belas Artes Ninomaru da cidade de Kakegawa que foi inaugurado em abril de 1998, tem como principal obra a coleção de Kinoshita, centralizada em artesanatos minuciosos como A coleção de Kinoshita oferece em torno de 2.300 obras que incluem instrumentos de cigarro, inrou, equipamentos para espada, pinturas, caligrafias, etc. Dentre eles, os instrumentos de cigarro são os mais destacados.

O museu é centro das atividades culturais artísticas da região, expondo ao público artesanatos minuciosos, pintura japonesa moderna e obras das pessoas que apresentaram grande desempenho na região.

Museu de Belas Artes Ninomaru

Pousada Nissaka e casa Kawasaka

Nissaka era uma das 53 pousadas da Estrada Tokai e é uma das poucas construções que ainda guarda imagens da era Edo.

A história conta que as madeiras com encaixes precisos e grades com detalhes que constituem a pousada Nissaka foram construídos pelos mestres carpinteiros, convocados de Edo. Nissaka funcionou até 1870 e foi uma pousada popular que chegou a abrigar até mesmo samurais de elevada posição social.

Pousada Nissaka e casa Kawasaka

Pedras chorosas da noite (Sayo-no-Nakayama)

Uma vez, uma mulher grávida estava passando pela montanha Nakayama quando foi atacada e assassinada por um bandido. O recém-nascido, que chorava ao lado do cadáver da mãe, foi criado por um morador da vila, no entanto o espírito da mãe passou a viver na pedra que se encontrava no local; desde então, quando chega a noite, o espírito na pedra chora pelo filho.

A estória conta que a criança cresceu forte e robusta e se vingou do bandido que havia matado sua mãe. Atualmente, as Pedras chorosas da noite se encontram ao lado do tunel Nakayama;e também são veneradas no templo Kyuen, que tem estreitas ligações com a lenda.

Pedras chorosas da noite (Sayo-no-Nakayama)

Pavilhão Monumental Yayoi Yoshioka

Nascida em Kakegawa (antigo distrito de Daito), Yayoi Yoshioka é uma heroína da cidade. Fundadora da Faculdade Feminina de Medicina de Tóquio, deixou grandes contribuições na história da medicina moderna do nosso país. O pavilhão monumental foi criado num reconhecimento aos méritos de Yayoi Yoshioka.

No fundo do pavilhão está em exposição a casa em que Yayoi Yoshioka nasceu, a casa dos súditos e o depósito que foram deslocados e reconstruídos, fazendo lembrar os tempos de outrora.

Pavilhão Monumental Yayoi Yoshioka

Parque Kamejiro Matsumoto

Kamejiro Matsumoto nasceu em 1866, em Daito. Como educador, foi professor da Universidade de Peking.

Foi professor de grandes representantes da China, como o literário Rojin e políticos como Kakumatsujaku e Shuonrai. A casa natal foi transformada em parque com um monumento desenhado pelo falecido Yasushi Inoue, em homenagem aos méritos de Kamejiro.

Parque Kamejiro Matsumoto

Mansão de Shimizu

Shimizu é uma tradicional família da era Edo Genroku que prosperou no ramo de comércio atacadista, exercido com navio mercantil; servindo os senhores feudais da época com suas mercadorias.

Dizem que o jardim circular que se encontra no sul da mansão foi construído em meado da era Edo, aproveitando a água do manancial que foi escolhido como uma das “Cem mais belas paisagens à beira da água da província de Shizuoka”. É um jardim que reflete abundância e claridade da água.

Além disso, é possível apreciar o chá no “Yusui-tei”, observando a bela paisagem do jardim.

Mansão de Shimizu

Related link